fbpx

Das perguntas que carrego em mim

Olha eu aqui. Não é que deu certo?

Um semestre de mergulho, mergulho profundo.

E sem tubo de oxigênio.

Mergulhei no fundo de mim. Lá encontrei nós.

Eu e você. Nós todos. E tão emaranhados estávamos. Um sufoco só.

Achei, a certa altura, que fosse sufocar mesmo. Naquele momento me abandonei â graça do Jesus recém aceito. E fui conduzida em seu colo em um estado de graça jamais imaginado.

Embora meu estômago se embrulhe agora só de imaginar a estrada que se descortina à minha frente, sei – aqui, dentro de mim – que tenho todos os recursos para obter sucesso nesta empreitada.

Sucesso é aquilo que vai acontecendo dentro da gente e em derredor enquanto tudo aquilo que a gente tanto quis vai se tornando realidade

O que entendo por sucesso?

Veja só. Vejamos bem. Estou revendo isso também. Ainda não tenho a resposta para lhe dizer ao certo. Sinto, aqui no osso do peito, que sucesso é aquilo que vai acontecendo dentro da gente e em derredor enquanto tudo aquilo que a gente tanto quis vai se tornando realidade.

E o que eu quero?

Quero ser lida em minha ideias. quero ser citada. Quero influenciar.

Será que estou querendo muito?

Será que eu mereço?

Será que a minha mensagem é forte o suficiente? Relevante o suficiente?

Veja só, para responder estas perguntas já tenho um livro para escrever…

 

Das perguntas que carrego em mim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.